Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba as nossas novidades

Clique aqui para efectuar o registo
       

Goalball

O Goalball foi criado em 1946 pelo austríaco Hanz Lorezen e o alemão Sepp Reindle, que tinham como objectivo reabilitar os veteranos da Segunda Guerra Mundial que perderam a visão. 
Ao contrário de outras modalidades Paralímpicas, o Goalball foi criado e desenvolvido exclusivamente para pessoas com deficiência visual. 

O terreno de jogo tem as mesmas dimensões do de voleibol (9m de largura por 18m de comprimento). As partidas tem uma duração total de 24 minutos, com duas partes de 12 minutos. 
Cada equipa é constituída por três jogadores titulares e três suplentes. 

O objectivo de cada equipa é marcar golos na baliza do adversário, que tem a dimensão de toda a linha de fundo do campo (baliza com 9m de comprimento por 1,30m de altura).

A bola utilizada pesa 1250g e tem um dispositivo sonoro interno que em contacto com o solo permite aos jogadores detectar a sua trajetória.

O Goalball é um desporto baseado na percepções táctil e auditiva, por isso não pode haver barulho no ginásio durante a partida.

Classificação

Nesta modalidade os atletas deficientes visuais das classes B1, B2 e B3, competem juntos, os jogadores têm de usar tampões oculares e viseiras opacas para garantir que todos os participantes competem em termos de igualdade.

  • B1 – Cego total: de nenhuma percepção luminosa em ambos os olhos até a percepção de luz, mas com incapacidade de reconhecer o formato de uma mão a qualquer distância ou direção. 
  • B2 – Com alguma percepção de vultos. Da capacidade em reconhecer a forma de uma mão até a acuidade visual de 2/60 ou campo visual inferior a 5 graus. 
  • B3 – Conseguem definir imagens. Acuidade visual de 2/60 a 6/60 ou campo visual entre 5 e 20 graus.
Para obter mais informações sobre a modalidade, por favor visite o website oficial: